Português

 

V. I. LENINE

A Terceira Internacional e o seu Lugar na História

Escrito: 15 de Abril de 1919, traduzido de versão em Inglês.

(Excertos) 

"A Terceira Internacional foi fundada em uma situação mundial que não permite que as proibições, dispositivos pequenos e miseráveis ​​dos imperialistas da Entente ou de lacaios capitalistas como os Scheidemann na Alemanha e na Áustria os Renners evitem que notícias desta Internacional e simpatia para com a sua propagação entre a classe trabalhadora do mundo. Esta situação foi provocada pelo crescimento da revolução proletária, que é manifestamente o desenvolvimento em todos os lugares aos trancos e barrancos. Ela foi provocada pelo movimento Soviético entre as pessoas que trabalham, que já alcançou tal força como para se tornar realmente internacional. A Primeira Internacional (1864-1872) lançou as bases de uma organização internacional dos trabalhadores para a preparação de seu ataque revolucionário na capital. A Segunda Internacional (1889-1914) foi uma organização internacional do movimento proletário, cujo crescimento passou de largura, à custa de uma redução temporária do nível revolucionário, um fortalecimento temporário do oportunismo, que no final levou ao colapso vergonhoso desta Internacional.

A Terceira Internacional na verdade surgiu em 1918, quando os longos anos de luta contra o oportunismo e o social-chauvinismo, especialmente durante a guerra, levaram à formação de partidos comunistas em vários países. Oficialmente, a Terceira Internacional foi fundada em seu primeiro Congresso em Março de 1919, em Moscovo. E o traço mais característico desta Internacional, a sua missão de cumprir, de implementar os preceitos do Marxismo e de alcançar os ideais seculares do socialismo e do movimento este traço mais característico da classe trabalhadora da Terceira Internacional tem-se manifestado imediatamente no facto de que a nova, terceira, "Associação Internacional dos Trabalhadores" já começou a desenvolver-se, até certo ponto, em uma união das Repúblicas Socialistas Soviéticas. A Primeira Internacional lançou as bases da luta proletária, internacional pelo socialismo. A Segunda Internacional marcou um período em que foi preparado o solo para a ampla disseminação, do movimento de massas em uma série de países. A Terceira Internacional reuniu os frutos do trabalho da II Internacional, descartou sua linha oportunista, social-chauvinista, burguesa e escória pequeno-burguesa, e começou a implementar a ditadura do proletariado.

A aliança internacional dos partidos que estão liderando o movimento mais revolucionário no mundo, o movimento do proletariado para derrubar o jugo do capital, agora repousa sobre uma base sem precedentes, na forma de várias Repúblicas Soviéticas, que estão implementando a ditadura do proletariado e são a personificação da vitória sobre o capitalismo em escala internacional. O significado que marcou a época da terceira Internacional Comunista reside no facto de ter começado a dar cumprimento ao slogan cardeal de Marx, o slogan que resume o secular desenvolvimento do socialismo e do movimento operário, o slogan que se expressa no conceito de ditadura do proletariado. A história do mundo está levando inabalavelmente para a ditadura do proletariado, mas é fazê-lo por caminhos que são tudo menos suaves, simples e directos.

Liderança no proletário revolucionário internacional passou por um tempo para um curto período de tempo, não é preciso dizer - aos Russos, assim como em vários períodos do século XIX, estava nas mãos dos Britânicos, depois dos Franceses, em seguida, dos Alemães. Soviética, ou proletária, a democracia nasceu na Rússia. Após a Comuna de Paris uma segunda etapa que marcou época foi tirada. A proletária e camponesa República Soviética provou ser a primeira república socialista estável no mundo. Como um novo tipo de Estado que não pode morrer. Já não está sozinho.
A falida II Internacional está agora morrendo e apodrecendo viva. Na verdade, ela está fazendo o papel de lacaio à burguesia mundial. É uma Internacional verdadeiramente amarela. Seus líderes ideológicos mais importantes, como Kautsky, chama á
democracia burguesa de "democracia" em geral, ou, o que é ainda mais estúpido e ainda mais bruto "democracia pura".

A democracia burguesa tem sobrevivido ao seu dia, assim como a Segunda Internacional tem, embora a Internacional realizou um trabalho historicamente necessário e útil quando a tarefa do momento era treinar as massas da classe trabalhadora no âmbito desta democracia burguesa. A república burguesa democrática, não poderia ter sido qualquer coisa, mas uma máquina para a repressão das pessoas que trabalham pelo capital, um instrumento da ditadura da burguesia, a política do capital. A república burguesa democrática prometeu e proclamou a regra da maioria, mas nunca poderia colocar isto em prática, desde que a propriedade privada da terra e de outros meios de produção existia.

"Liberdade" na república democrática burguesa era, na verdade, a liberdade para os ricos. Os proletários e camponeses de trabalho poderiam e deveriam ter utilizado a mesma com o objectivo de preparar as suas forças para derrubar o capital, para superar a democracia burguesa, mas na verdade as massas trabalhadoras eram, como regra geral, incapazes de desfrutar da democracia sob o capitalismo. Democracia Soviética ou proletária é a democracia que pela primeira vez no mundo é criada para as massas, para as pessoas que trabalham, para os trabalhadores da fábrica e os pequenos camponeses. Nunca ainda o mundo viu o poder político exercido pela maioria da população, o poder de facto exercido por essa maioria, como sucede no caso do regime Soviético. Ele suprime a "liberdade" dos exploradores e seus cúmplices, os priva de "liberdade" para explorar, "liberdade" para enriquecer sobre a fome, a "liberdade" para lutar pelo restabelecimento do Estado do capital, "liberdade" de compacto com a burguesia estrangeira contra os trabalhadores e camponeses do seu próprio país. Qualquer um que tenha lido Marx e não consiga compreender que na sociedade capitalista, a cada momento agudo, em todos os conflitos de classe sérios, a alternativa é tanto a ditadura da burguesia ou a ditadura do proletariado, não tem entendido nada das doutrinas políticas e económicas de Marx."

(Lenine: A Terceira Internacional e seu lugar na história, escrito em 15 de Abril de 1919)

 

 


 

Lenine

 Português