Enver Hoxha

Em língua Inglesa

Acerca do Irão

 

Recolha de trechos do seu livro: "Reflexões sobre o Próximo e Médio Oriente"

«A Classe Trabalhadora Iraniana foi para o campo de batalha, derrubou o Xá e sacudiu o mundo capitalista» (Enver Hoxha)



O Comintern (EH) defende as lições do camarada Enver Hoxha no que respeita á Revolução Iraniana de 1979 

Viva o 35º aniversário da

Revolução Iraniana de 1979!

O Comintern (EH) publicou esta colecção de textos por ocasião do 35º aniversário da vitória da revolução no Irão.

O Comintern (EH) saúda todos os camaradas Iranianos!!

Esta é a nossa contribuição do internacionalismo proletário, a fim de incentivar os nossos camaradas Iranianas para traduzir os textos do camarada Enver Hoxha em língua Farsi.

O texto traduzido na língua Farsi vai criar melhores condições para a fundação da Secção Iraniana do Comintern (EH).

O Estalinismo – Hoxhaismo é a linha guia para a transformação da revolução democrática em revolução socialista!

Abaixo a República Islâmica! Viva a República socialista!

Viva a ditadura do proletariado Iraniano!

Viva o Irão socialista num mundo socialista!

Viva a revolução socialista mundial!

 


Declaração crítica do Comintern (EH) ao nosso antigo partido-irmão Iraniano - Toufan

 

21 de Junho de 2010


O camarada Enver Hoxha ensinou os Marxistas-Leninistas comunistas e revolucionários honestos no Irão:

"Esses camaradas devem lutar na vanguarda da revolução. Eles devem provar não serem nem sectários nem oportunistas.” (Enver Hoxha)

Hoje, somos da opinião de que o TOUFAN não seguiu sinceramente o conselho do camarada Enver Hoxha nas últimas décadas. Pelo contrário, eles tornaram-se mais e mais oportunistas e traidores do camarada Enver Hoxha. Isso é muito triste, porque o TOUFAN era nosso partido irmão.

Considerando-se o estado do Toufan em todos os últimos anos, nós Estalinistas - Hoxhaistas nos perguntamos: O que aconteceu com o TOUFAN, com o nosso antigo partido irmão no Irão? Será que o proletariado Iraniano precisa de um novo partido bolchevique de vanguarda, a fim de levar a revolução à vitória?

Bem, o TOUFAN desenhou sua linha de demarcação longe do camarada Enver Hoxha e da Albânia socialista. O TOUFAN afastou-se do Movimento Mundial Marxista-Leninista - liderado pelo camarada Enver Hoxha.

Assim, o TOUFAN tornou-se numa organização oportunista que nós não suportamos mais.

Apenas uma Secção Iraniana do Comintern (EH) pode levar o proletariado Iraniano como um forte destacamento do exército proletário mundial revolucionário a fim de destruir o imperialismo mundial em geral, e de destruir a República Islâmica do Irão, em particular; a fim de construir uma república socialista Iraniana num mundo socialista.

A revolução iraniana só pode ser vitoriosa se for baseada e guiada pelas lições dos 5 Clássicos do Marxismo-Leninismo - Marx, Engels, Lenine, Estaline, e Enver Hoxha.

O TOUFAN só poderia cumprir as suas tarefas revolucionárias do líder do proletariado e dos camponeses na revolução para a tomada do poder político e estabelecer a ditadura do proletariado…

... se o próprio Toufan voltar para a antiga partido gloriosa tradição revolucionária do tempo de Enver Hoxha, quando nós (ainda não divididos) lutávamos ombro a ombro no Movimento Mundial Marxista-Leninista do camarada Enver Hoxha, combatendo, assim, no espírito dos nossos grandes momentos revolucionários na década de 70!

... se o Toufan aderir aos ideais do comunismo, para os quais o Toufan tem sacrificado seus mártires.

... se o Toufan finalmente se basear numa linha Estalinista-Hoxhaista ideologicamente e politicamente bem estabelecida com o objectivo de lutar para atrair os melhores proletários revolucionários do Irão, para forjar a vanguarda proletária do Irão.

... se o Toufan garantir absoluta fidelidade aos clássicos Estaline e Enver Hoxha. Este foi muitas vezes um ponto instável ao longo da história do partido. Houve permanentemente influência e pressão da intelectualidade pequeno-burguesa. O facto é: Quanto mais o Toufan se afastou de Enver Hoxha, mais o Toufan se afundou no pântano do oportunismo.

... se Toufan for libertado do lastro neo-revisionista - acumulado por muitos anos que paralisaram o partido. O Toufan está agudamente ameaçado pela decadência - ou seja, numa situação revolucionária no seu próprio país!

... se o Toufan está firmemente ancorado no proletariado através da participação activa na luta de classes, se constantemente e sistematicamente educar novos quadros proletários e se o partido exercer a sério a disciplina proletária, se construir um aparelho ilegal forte, se Bolchevizar a sua organização purificando-a de forma consistente e implacavelmente de elementos oportunistas!

... se o Toufan assumir a liderança da revolução Iraniana. Se ele constantemente se envolver na agitação e propaganda para o comunismo de forma clara e compreensível para as massas revolucionárias e se o Toufan atender às necessidades mais prementes das massas revolucionárias.

... em suma:

se o Toufan reconhecer o camarada Enver Hoxha como o quinto Clássico do Marxismo-Leninismo.

Caso contrário, o Toufan está se afundando cada vez mais fundo no pântano do oportunismo, será ultrapassado pela Revolução e perderá todos os antigos créditos que alcançou nos anos 70 e início dos anos 80.

Sem o reconhecimento do camarada Enver Hoxha como o quinto Clássico do Marxismo-Leninismo, não haverá a sua admissão de filiação como Secção Iraniana da Internacional Comunista (Estalinista - Hoxhaista).

Este conselho do Comintern [EH] foi submetido ao Toufan oficialmente no dia 21 de Junho de 2010 - até hoje não recebemos uma resposta do Toufan.

O Toufan se afastou do camarada Enver Hoxha. Condenamos essa virada histórica deste partido.

Mas nesses momentos, na época da revolução Iraniana em 1979 – o Toufan foi o nosso partido irmão. O Toufan apoiou o socialismo na Albânia. O Toufan apoiou o movimento mundial Marxista-Leninista do camarada Enver Hoxha. O Toufan adoptou posições correctas do Marxismo-Leninismo. Os Marxistas-Leninistas de todo o mundo estavam lutando junto aos camaradas Iranianos, lado a lado com eles. Nós nunca o iremos esquecer e sempre defendemos esta grande história do Toufan.

Apesar da nossa crítica de hoje, defendemos a nossa luta comum daquela época e - é claro - publicamos documentos dos tempos em que o TOUFAN era membro do Movimento Mundial Marxista-Leninista - guiado pelo Partido do Trabalho da Albânia liderado pelo camarada Enver Hoxha.

 

 

 

Em língua Inglesa

5 Anos atrás

Seven lessons of the Iranian Revolution - 1979

 

de: Toufan – Jornal Mensal dos Apoiantes - EXTERNO No 5 – Maio de 1984